Qualidade de vida
Como lidar com TDAH no local de trabalho
Como lidar com TDAH no local de trabalho

Entenda mais sobre o transtorno e como apoiar os colaboradores com boas práticas para gestão de saúde e benefícios corporativos de saúde mental e bem-estar. Confira!

 

Quando o tema é saúde mental, precisamos falar sobre TDAH no local de trabalho. Afinal, entre os benefícios corporativos, oferecer apoio a alguém com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é, com certeza, cuidar da saúde dos colaboradores.

Para começar, você sabe o que é TDAH? 

Em resumo, é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente acompanha o indivíduo por toda sua vida. 

Os sintomas principais incluem desatenção, inquietude, impulsividade, dificuldade em controlar o comportamento e hiperatividade.

Segundo dados da Associação Brasileira do Déficit de Atenção (ABDA), no Brasil existem cerca de 2 milhões de pessoas nessa situação. Conforme dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 4% da população adulta mundial têm TDAH.

Além disso, esse transtorno é reconhecido oficialmente por vários países e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em alguns países, como nos Estados Unidos, portadores de TDAH são protegidos pela lei e recebem tratamento diferenciado na escola.

Por isso, esse tema precisa ser mais discutido nas empresas. Também é importante que as lideranças e equipe de recursos humanos saibam como apoiar os colaboradores com TDAH nas suas atividades de trabalho e relacionamento com a equipe.

Pensando nisso, neste artigo, vamos recomendar boas práticas para gestão de saúde, estratégias de benefícios corporativos e programa de bem-estar para sua empresa. Vamos conferir?

Causas do TDAH

Segundo estudos, a principal causa é a predisposição genética e a ocorrência de alterações nos neurotransmissores (dopamina e noradrenalina) que estabelecem as conexões entre os neurônios na região frontal do cérebro.

Por isso, pessoas com TDAH podem ter problemas para concentrar sua atenção em uma única tarefa ou ficar no mesmo local por muito tempo, o que pode atrapalhar seu desempenho nos estudos ou trabalho.

Tipos de tratamentos

O TDAH é uma condição altamente controlável, o tratamento consiste em psicoterapia e uso de medicamentos psicoestimulantes e antidepressivos, para ajudar a melhorar a concentração e algumas características do comportamento.

Além disso, quando são utilizadas técnicas para o gerenciamento do tempo e treinamento contínuo das habilidades, muitas pessoas são capazes de alcançar melhores níveis de concentração.


Quais são os sintomas?

Os sintomas podem ser leves, moderados ou graves, podendo afetar no desempenho das atividades. Especialmente, quando exigem uma rotina e muitas relações interpessoais no trabalho ou de estudo. Em geral, pessoas com TDAH podem ter dificuldades em:

  • Manter-se a concentração;
  • Prestar atenção em uma reunião por muito tempo;
  • Dificuldade em ficar quieto ou sentado por muito tempo;
  • Se manter organizado nas tarefas e espaço de trabalho;
  • Seguir as instruções dos treinamentos internos;
  • Lembrar muitos detalhes sobre processos ou ferramentas;
  • Falar de forma direta, evitando falas muito longas;

 

A Product Design Lead da EBANX, Isabel Vieira, foi diagnosticada com TDAH há 2 anos e meio, após episódios de depressão e burnout. 

 

“Antes de saber que eu tinha transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, sofria de alguns sintomas frequentemente. Por exemplo, ansiedade, falta de foco para realizar atividades cotidianas, sentia que me desligava do mundo, impaciência para tarefas morosas e até mesmo raiva.”

Como é feito o diagnóstico médico?

Em geral, para ter um diagnóstico é preciso realizar alguns exames, como avaliação neuropsicológica e o exame PAC (processamento auditivo central). 

Estes exames podem ser solicitados por neurologistas, psiquiatras e médicos especialistas em TDAH.

Entretanto, uma etapa do processo para diagnosticá-lo envolve fazer outros exames médicos, incluindo testes de audição e visão, para descartar outras doenças parecidas com sintomas do TDAH. 

Lembrando que o diagnóstico precoce pode melhorar muito a qualidade de vida e o bem-estar das pessoas, por isso, quanto antes diagnosticar e começar o tratamento será melhor.

Pontos fortes da personalidade das pessoas com TDAH

Nem todas as pessoas têm os mesmos traços de personalidade, mas existem algumas características comuns:

  • Ser enérgico: pessoas com TDAH geralmente têm quantidades aparentemente infinitas de energia e são capazes de canalizá-la para o sucesso do trabalho ou estudos.
  • Ser espontâneo: podem transformar a impulsividade em espontaneidade, pois são mais abertos e dispostos a experimentar coisas novas.
  • Ser criativo e inventivo: viver com TDAH pode dar à pessoa uma perspectiva diferente da vida e incentivá-la a abordar tarefas e situações com um olhar pensativo. Algumas pessoas podem ser pensadores inventivos, artísticos e criativos.
  • Ser hiperfocado: segundo pesquisas, elas também  podem ficar super concentradas em uma tarefa ao ponto de não perceber o mundo ao seu redor. Com isso, podem ter um desempenho alto no trabalho em tarefas que precisam de alta concentração.

Dicas para melhorar a rotina de  trabalho 

  • Ofereça um espaço silencioso

Se possível, ofereça ao colaborador um espaço silencioso para trabalhar, onde não seja facilmente interrompido, pois pessoas com TDAH costumam se distrair com mais facilidade

  • Tenha boa organização

Seja um gestor bem organizado para ajudar a guiar o colaborador por projetos do início ao fim. Quando solicitar algo, mantenha um registro escrito de todas as solicitações para o colaborador acompanhar. 

Incentive que a pessoa mantenha a organização no seu local de trabalho. Se precisar, ofereça ajuda para encontrar a melhor forma de deixar o espaço de trabalho e as pastas no computador organizadas. 

  • Definida uma rotina de trabalho

Para Isabel Vieira, algumas metodologias ajudaram a melhorar sua organização no trabalho:

 

“Eu comecei a usar planner semanal e mensal, gravar reuniões, fazer anotações no papel ou post-its e manter as mãos sempre ocupadas enquanto participava de reuniões. Mas, o principal foi manter uma rotina e organização para realizar tarefas de forma automática, para evitar distrações.”

Ajude o colaborador a ter uma rotina definida, dessa forma, poderá minimizar os problemas de falta de atenção, memória e desorganização. Além disso, busque incentivar o colaborador a usar um planejador diário com calendário para listar suas tarefas. 

Estimule o uso de lembretes
Procure atualizar o colaborador com frequência e ajude a configurar seu smartphone ou computador para enviar lembretes eletrônicos para reuniões e datas de entregas de tarefas e projetos

  • Crie metas realistas 

Estabeleça metas realistas e ajude o colaborador a dividir seu dia em tarefas para trabalhar em apenas uma de cada vez. Se possível, agende reuniões frequentes para o acompanhamento das metas.

  • Ajude com a gestão do tempo

Incentive a separar diariamente períodos para responder e-mails ou mensagens. Pois, verificar frequentemente a caixa de e-mails e mensagens, poderá distrair a pessoa de suas tarefas.

  • Use post its para recados

Estimule a fazer anotações em reuniões e durante conversas telefônicas. Se precisar deixar um recado para o colaborador, deixe as anotações em post-its em locais visíveis.

  • Demonstre reconhecimento

Ao concluir uma tarefa importante, encontre uma maneira de demonstrar seu reconhecimento, seja em uma reunião de equipe ou na reunião de feedback de desempenho.

  • Incentive a prática de meditação 

A técnica de mindfulness tem como objetivo a atenção plena, ideal para a pessoa ter mais controle de atenção e equilíbrio emocional.

Fale sobre cuidados com a saúde mental 

Você também pode estimular seu colaborador a cuidar da saúde mental oferecendo o benefício Vidalink Mind.

Esse pilar dá acesso à plataforma de terapia online, para quem precisa do acompanhamento de um profissional para ter uma vida mais equilibrada e saudável.

Além disso, oferece descontos em medicamentos e disponibiliza conteúdo criado por especialistas para incentivar a adesão correta ao tratamento medicamentoso por pessoas com quadros diagnosticados de depressão e ansiedade.

Quer melhorar os benefícios corporativos da sua empresa? Então, entre em contato com a Vidalink e saiba como oferecer o Plano Vidalink Mind para seus colaboradores!

 

Publicação: junho de 2022

Inscreva-se
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as novidades Vidalink e artigos sobre bem-estar.

    SimNão