Qualidade de vida
Sono de qualidade favorece produtividade e bem-estar durante quarentena
Sono de qualidade favorece produtividade e bem-estar durante quarentena

Para manter a produtividade e a sensação de bem-estar durante a quarentena, noites bem dormidas são fundamentais. Isso porque ter um sono de qualidade é extremamente necessário para o funcionamento do nosso cérebro, assim como para mantermos a nossa mente concentrada e atenta.

Justamente por isso, dormir bem é um desafio superimportante, ainda mais agora diante das incertezas e preocupações causadas pela pandemia do novo coronavírus.

Fatores que influenciam na qualidade do sono

Só que além do contexto pouco favorável que estamos enfrentando, outros fatores influenciam negativamente na qualidade do nosso sono e precisam ser considerados. Olha só!   

Sobrepeso

O excesso de peso tende a agravar a apneia e o ronco, que são prejudiciais ao sono. Por isso, manter o controle da balança também é importante nesse sentido. “Além disso, quando comemos mais, engordamos e dormimos mal, acabamos comendo mais ainda e engordando mais também, vira uma bola de neve”, ressalta Cândido Francisco Moreira, médico do sono e psiquiatra do Hospital Israelita Albert Einstein.

Insônia

De acordo com o especialista, existem dois tipos de insônia: a relacionada à dificuldade de dormir bem e a que tem origem genética. No primeiro caso, o problema costuma estar ligado a diversos fatores que vão desde a adoção de uma alimentação inadequada até o uso de medicamentos e a influência de outros agentes externos.

Já a insônia genética é irreversível e acompanha a pessoa até o fim da sua vida, podendo aparecer na adolescência ou na fase adulta. Também chamada de insônia primária, ela deve ser tratada por médicos especializados de forma contínua. Além disso, medicações e mudanças no estilo de vida são medidas que ajudam a controlá-la.

Privação comportamental do sono

Outro fator a ser considerado é a privação comportamental do sono, que ocorre quando a pessoa não se permite dormir de fato, isto é, vai dormir muito tarde e acorda muito cedo. “Quando dormimos muito tarde, nosso cérebro é ativado para ficar em alerta, por isso não conseguimos dormir no horário adequado”, explica Moreira.

Uso de eletrônicos

Celular, tablet, TV e qualquer outro eletrônico que emita luz azul são cada vez mais presentes na vida de muita gente, ainda mais neste período de quarentena. Contudo, usá-los em algumas situações traz prejuízos.

O médico explica que a luz azul  desses aparelhos é de um espectro que o cérebro interpreta como se fosse dia, mantendo-se assim em alerta. Por isso, quando o uso desses gadgets é feito antes de dormir, ou mesmo na cama, o impacto sobre o sono é grande.

Ingestão de café antes de dormir

O café, apesar de sua ampla popularidade dentro da cultura brasileira e de tantos outros países, também pode dificultar o sono se for consumido próximo do horário de dormir.

Isso acontece devido à cafeína, que tem ação estimulante e também está presente em bebidas como chá preto e energéticos, por exemplo. Para se ter uma ideia, ingerir bebidas com cafeína desperta e mantém a atenção durante um período que varia de 4 a 6 horas.

Realização de atividades físicas pouco antes de dormir

A atividade física é uma ótima aliada para melhorar a qualidade de vida e também o próprio sono, porém, deve ser evitada perto do horário de dormir. Isso porque os exercícios físicos despertam o organismo para a atenção, aquecendo o corpo e despertando o estado de alerta mental.

Como dormir bem durante a quarentena para ter mais produtividade e bem-estar?

Apesar de tantos “vilões”, existem diversas maneiras de melhorar a qualidade do sono que valem tanto para o período de quarentena quanto para os dias de normalidade. Veja algumas delas a seguir:

– Estabeleça horários para dormir e acordar;

– Tenha uma rotina similar a que você teria se não estivesse em casa. Levante, tire o pijama e determine suas tarefas e prioridades diárias;

– Mantenha uma alimentação balanceada, rica em nutrientes;

– Mesmo em casa, procure manter o corpo em movimento praticando alguma atividade física que seja prazerosa para você, mas como falamos, evite fazer os exercícios próximo do horário de dormir;

– Se possível, exponha-se à luz solar. Ela ajuda a regular o ciclo do sono, isto é, faz que o nosso corpo entenda que está na hora de dormir ou de ficar acordado;

– Evite trabalhar na cama. O cérebro precisa entender que o local é de descanso;

– Pratique técnicas de respiração e meditação antes de ir para cama;

– Invista em atividades relaxantes antes de dormir, como tomar banho e ouvir músicas calmas.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação de

Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as novidades Vidalink e artigos sobre bem-estar.