Gestão
Treinamento da liderança facilita construção de uma cultura de bem-estar nas organizações
Treinamento da liderança facilita construção de uma cultura de bem-estar nas organizações

O sucesso de qualquer negócio está diretamente relacionado à performance individual de cada colaborador. E nesse contexto, a figura de um líder que influencia as pessoas pelo exemplo é fundamental para motivar, orientar e até mesmo promover uma cultura de bem-estar dentro das empresas. Cabe, portanto, aos gestores (independentemente de sua área de atuação) o papel de promotores de um clima organizacional agradável, que favoreça a qualidade de vida de todos os envolvidos.

“Com uma cultura de bem-estar, a organização demonstra um interesse genuíno pela construção de um ambiente de trabalho no qual as pessoas possam desenvolver atividades que, além de satisfazerem seus interesses pessoais, proporcionem significado à sua existência e, consequentemente, se alinhem aos seus propósitos de vida. Para isso, o ambiente deve oferecer oportunidades para as pessoas reconhecerem suas próprias competências, tanto aquelas que elas já têm condição de entregar à organização quanto aquelas que têm um potencial a ser desenvolvido”, explica Marcelo Aparecido Alvarenga, psicólogo e professor do curso de Gestão de Recursos Humanos da UNINOVE.

O papel dos líderes na construção de uma cultura de bem-estar

Como dissemos acima, os líderes têm tudo a ver quando o assunto é a construção de uma cultura de bem-estar nas empresas, pois são eles os responsáveis por disseminar as iniciativas propostas entre os colaboradores.

“Para o desenvolvimento de uma cultura de bem-estar, é imprescindível que a liderança se coloque mais próxima de seus liderados e zele pelas relações entre os membros de suas equipes, de modo que eles sejam pautados por valores como respeito, confiança e comprometimento com o trabalho. Além disso, é preciso que as lideranças compreendam que, à medida em que seus liderados encontram significado nas atividades que desenvolvem, eles se dedicarão a fazer o que for necessário para que os melhores resultados sejam obtidos, não se restringindo a desenvolver somente as atividades básicas de seu cargo”, ressalta o psicólogo.

Como treinar a liderança em prol de uma cultura de bem-estar?

Antes de implementar o treinamento, é essencial que os líderes sejam conscientizados sobre a importância do bem-estar dentro e fora da empresa. Depois disso, eles estarão preparados para a introdução da nova cultura.

As equipes de RH precisam discutir junto às lideranças o quanto o estabelecimento de uma cultura de bem-estar se traduz na maximização da entrega das competências dos liderados, no favorecimento à implementação das estratégias da companhia e no alcance das metas organizacionais ”, recomenda.

Faça análises do que precisa ser melhorado

O primeiro passo antes de realizar o treinamento da liderança é identificar quais são as maiores necessidades de cada área. “É importante que os profissionais de RH realizem diagnósticos das diversas situações críticas vivenciadas pelas lideranças, de modo que se possa refletir a respeito do quanto a cultura do bem-estar pode contribuir para os resultados organizacionais”, indica Alvarenga.

Promova a mudança de pensamento

A cultura de uma empresa é a expressão viva da mentalidade de seus líderes. Por isso, investir em treinamentos para uma mudança de pensamento faz toda a diferença.

“É fundamental que as equipes de RH discutam a evolução do conceito de trabalho como meio que permite ao indivíduo identificar suas próprias capacidades e potenciais e sentir-se realizado, reconhecendo a gestão de pessoas como instrumento capaz de agregar valor tanto às pessoas quanto à própria organização.”

Humanize a gestão e as relações de trabalho

Líderes devem entender muito sobre os objetivos da empresa e como alcançá-los gerindo equipes. Desse modo, o treinamento da liderança deve ser focado na humanização.

“As lideranças têm de compreender o ser humano em sua plenitude, como ser biopsicossocial. Ou seja, como ser biológico dotado de pensamentos, sentimentos e comportamentos que são construídos na interação com os ambientes sociais e culturais”, analisa o psicólogo e professor do curso de Gestão de Recursos Humanos da UNINOVE.

Além disso, a cultura de bem-estar nas empresas é mais do que um investimento na produtividade e na qualidade de vida dos colaboradores, é uma estratégia competitiva. “A implementação desse tipo de cultura constitui uma estratégia da organização, de modo que, em contrapartida, as pessoas possam entregar a elas suas competências. E, consequentemente, contribuir para a maximização de resultados, o que torna o treinamento da liderança imprescindível.”

Quais os benefícios proporcionados pelo treinamento da liderança?

Além de ser muito eficiente para a construção de uma cultura de bem-estar, o treinamento da liderança tende a proporcionar muitos outros benefícios para as empresas. Confira:

  • Aumento da motivação da equipe;
  • Melhora do engajamento dos colaboradores com a empresa;
  • Aumento da atração e a retenção de talentos;
  • Redução do turnover;
  • Geração de um sentimento de bem-estar nos colaboradores;
  • Aumento da produtividade dos times;
  • Melhora da comunicação entre equipes;
  • Garantia de mais transparência entre times e gestores;
  • Resolução de conflitos;
  • Melhora do clima organizacional;
  • Estímulo à valorização e ao reconhecimento de cada colaborador;
  • Aumento da criatividade dos colaboradores.

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação de

Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as novidades Vidalink e artigos sobre bem-estar.