Qualidade de vida
Prática regular de atividade física favorece saúde (inclusive mental) do colaborador
Prática regular de atividade física favorece saúde (inclusive mental) do colaborador

Caminhar, nadar, andar de bicicleta ou jogar futebol. Cada pessoa tem um tipo de atividade física preferido, mas o fato é que toda modalidade tende a favorecer a saúde (inclusive mental) de quem está disposto a suar a camisa. Mas não é isso: a lista de benefícios é extensa e tem influência até mesmo no desempenho do colaborador dentro das empresas.

De acordo com Alessandro de Freitas Gonçalves, profissional de educação física e ergonomista do trabalho, “normalmente, o trabalho está condicionado à realização de tarefas repetitivas por períodos prolongados e a uma elevada carga mental decorrente da concentração. A prática de exercícios físicos orientados vem, justamente, com o objetivo de compensar os impactos negativos decorrentes disso.

Separamos, a seguir, algumas das principais vantagens da atividade física para a saúde do colaborador. Confira!

Melhora da confiança e autoestima
Uma das substâncias liberadas durante a prática da atividade física é a serotonina, um hormônio ligado ao prazer. Por isso, um dos efeitos quase que imediatos é a sensação de bem-estar, além do aumento da confiança e da autoestima. Ou seja, elementos que contribuem para uma melhor performance no trabalho.

Previne a diabetes

O Brasil é o quarto país com o maior número de diabéticos do mundo. São 12,5 milhões de pessoas afetadas, o que equivale a 7% dos brasileiros, segundo dados do Ministério da Saúde. A diabetes é uma doença gerada pelo aumento de glicemia no sangue, que pode ser provocado por uma disfunção do pâncreas ou por causa de outros fatores de risco, como o sedentarismo e a obesidade.

A prática regular da atividade física, portanto, é uma das melhores formas de prevenção desse problema crônico tão presente em nosso país.

Reduz a ansiedade

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país que mais concentra ansiosos no mundo. O problema de ordem psíquica é responsável por afastar pessoas do trabalho, sendo um estopim para problemas como a depressão e a Síndrome de Burnout.

Contudo, a prática regular de exercícios físicos ajuda a reduzir os níveis de cortisol (hormônio considerado “do estresse”), que também está relacionado aos quadros de ansiedade.

Combate a depressão

Um dos mais famosos hormônios liberados durante a prática de exercícios físicos é a endorfina, substância capaz de gerar a sensação de prazer e regular o nosso humor, que também é considerada um “antídoto” contra a depressão que afeta mais de 12 milhões de pessoas no Brasil, segundo a OMS.

Como os exercícios físicos ajudam o colaborador diariamente?

 “O exercício físico promove adaptações fisiológicas que permitem às pessoas um melhor desempenho de suas funções no trabalho. Como exemplo, é possível citar o ganho de força, a flexibilidade e o condicionamento aeróbio, que influenciam diretamente na performance profissional ”, afirma Gonçalves.

Confira, a seguir, outros benefícios da prática da atividade física para a saúde do colaborador no ambiente de trabalho:

  • Estímulo do bem-estar em equipe;
  • Aumento da produtividade;
  • Aumento da resistência do colaborador para atividades que exijam força;
  • Melhora da flexibilidade;
  • Prevenção de lesões;
  • Aumento da concentração;
  • Auxílio na disposição;
  • Aumento da resiliência;
  • Redução do absenteísmo;
  • Prevenção de acidentes de trabalho;
  • Aumento do foco e da motivação.

Como as empresas podem estimular seus colaboradores a praticarem exercícios físicos?

Há uma série de iniciativas que as organizações podem adotar para estimular a prática regular de atividade física pelos funcionários. “São muitas as empresas que incentivam seus colaboradores a aderirem. No entanto, ainda há muito que avançar nesse campo”, analisa.

Dentre as práticas mais indicadas, estão oferecer benefícios corporativos que contemplem o incentivo à prática de exercícios físicos, seja por meio de descontos, acompanhamento de profissionais de Educação Física ou até mesmo pela disposição de bicicletários para estimular o uso de bike pelos profissionais, por exemplo.

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação de

Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as novidades Vidalink e artigos sobre bem-estar.