Gestão
Descubra as características essenciais de um RH humanizado
Descubra as características essenciais de um RH humanizado

Já dissemos várias vezes por aqui: cada vez mais, os trabalhadores têm sido movidos por fatores que vão muito além de uma boa remuneração. Partindo dessa premissa, fica fácil entender a razão pela qual o termo RH humanizado tem se tornado tão comum entre as empresas.

Para Nilo Sergio Guidelli, professor do curso de Tecnologia em Gestão de RH da UNINOVE e consultor em gestão de pessoas, o já famoso “RH humanizado, hoje, não é uma área física, com pessoas trabalhando para gerir um sistema apenas burocrático, mas, sim, uma proposta filosófica de como a empresa deveria encarar o empregado e que valor ele tem no processo.”

Portanto, um departamento de Recursos Humanos com esse tipo de abordagem deve, em primeiro lugar, tratar cada profissional como uma pessoa e não apenas como uma peça que compõe a engrenagem da empresa. Além disso, tem de buscar formas de mapear cada colaborador para, então, oferecer desde um ambiente que favoreça o seu bem-estar e produtividade, até benefícios que integrem sua vida pessoal e profissional.

Quais os benefícios do RH humanizado?

O objetivo de um RH humanizado deve ser levar para dentro das organizações uma forma“mais humana” de olhar para as questões relacionadas aos funcionários e, como afirma Guidelli, “colaborar com a execução de projetos de vida.”

Não à toa, as vantagens derivadas desse tipo de abordagem são muitas e incluem:

  • Maior engajamento da equipe;
  • Redução de turnover;
  • Aumento da retenção e atração de talentos;
  • Diminuição de acidentes de trabalho e afastamentos por licença médica;
  • Aumento de produtividade;
  • Progresso na inovação da empresa;
  • Melhora da competitividade;
  • Manutenção da saúde mental de cada colaborador;
  • Aumento do número de funcionários mais felizes e realizados;
  • Promoção de um ambiente de trabalho organizado e com clima agradável;
  • Conquista de resultados melhores para a empresa.

Quais as características de um RH humanizado?

Vamos destrinchar agora as principais características de um RH humanizado. Confira!

É promotor de mudança

O RH humanizado é um dos responsáveis por promover  mudanças no ambiente corporativo que impactam tanto empresas quanto colaboradores. E aqui estamos falando desde transformações proporcionadas pela tecnologia e economia até as próprias mudanças sociais, que devem ser acompanhadas por todos que buscam a evolução, nos mais variados sentidos.

Tem habilidade para comunicar de forma transparente

Uma empresa que sabe se comunicar consegue transmitir suas mensagens com clareza. Por isso, cabe ao RH humanizado tornar essa comunicação simples, direta e transparente para melhorar o clima interno e os resultados alcançados.

É guardião da ética

Manter os conceitos da empresa alinhados com o que é praticado no dia a dia é uma das maiores “bandeiras” de um RH humanizado, que coloca sempre o ser humano em primeiro lugar.

Promove a criatividade

Uma equipe humanizada de RH também tem o papel de levar inovação de forma simples para dentro das empresas, desburocratizando processos e estimulando a criatividade de todos. Além disso, deve manter sempre aberto o canal de comunicação com os funcionários para que eles se sintam à vontade para fazer sugestões.

Tem visão estratégica

Entender cada colaborador e levar o poder dos dados para dentro da empresa são passos fundamentais de todo RH humanizado que contribui diretamente para dar uma visão estratégica à companhia.

É rápido para resolver problemas e esclarecer dúvidas

Uma das grandes características de um RH humanizado é a rapidez para a resolução de problemas. Ou seja, a habilidade de dar respostas e soluções de maneira ágil, sem “deixar para depois”, tratando o colaborador como prioridade.

Como construir um RH humanizado?

Confira, a seguir, o que fazer – na prática – para dar aos RHs das empresas uma abordagem mais humanizada no dia a dia.

Treinar gestores para uma abordagem humanizada

O primeiro passo nesse sentido é propor aos gestores práticas que trabalhem a sensibilização. “Sensibilizar e convencer a alta administração sobre a importância de uma gestão humanizada é fundamental. Ou seja, deve-se desenvolver a liderança para o engajamento das equipes, comunicar a estratégia organizacional e promover programas de reconhecimento profissional”, recomenda Nilo Sergio Guidelli, professor do curso de Tecnologia em Gestão de RH da UNINOVE e consultor em gestão de pessoas.

Ter uma remuneração compatível

“Um RH humanizado deverá compreender que as pessoas têm necessidades materiais básicas e estabelecer políticas de remuneração adequadas. Ou seja, salários, pacote de benefícios e programas de remuneração variáveis aptos às responsabilidades, metas e ao perfil socioeconômico das pessoas nas organizações”, reforça.

Alinhar empresa e colaborador

De nada adianta construir conceitos se eles não são colocados em prática e devidamente comunicados ao colaborador. “O RH humanizado deve considerar também o alinhamento entre a empresa e o empregado sobre as expectativas organizacionais e individuais. Não é saudável envolvermos pessoas em objetivos pelos quais não se identificam”, ressalta o professor.

Garantir uma cultura organizacional voltada ao ser humano

Ser um RH humanizado envolve garantir o bem-estar dos colaboradores por meio de um olhar voltado ao ser humano.  Afinal, a satisfação dos funcionários é de suma importância para que se crie uma cultura organizacional, de fato, humanizada.

“Não faz sentido tratar bem o público externo e ter uma visão tacanha do público interno. Todos participam da mesma sociedade que a empresa deveria atender e, quando não há ponderação no tratamento desses públicos, o cliente percebe.”

Oferecer benefícios corporativos

Muito além do salário, os colaboradores necessitam também de estímulos e benefícios corporativos que trabalhem diversas esferas na vida do colaborador. Ou seja, desde a parte física, psíquica e emocional até o aspecto social e financeiro.

Antes de implementar ações nesse sentido, contudo, cabe ao RH humanizado fazer um estudo de seu quadro de funcionários para mapear as suas reais necessidades para, então, propor iniciativas que estejam alinhadas à cultura da empresa e façam sentido para cada trabalhador.

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação de

Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as novidades Vidalink e artigos sobre bem-estar.