Gestão
Cada colaborador, uma necessidade diferente: veja como atender diversos perfis
Cada colaborador, uma necessidade diferente: veja como atender diversos perfis

Pode até parecer desnecessário dizer, mas funcionários são, antes de tudo, pessoas únicas, tanto do ponto de vista técnico quanto subjetivo, com comportamentos, aspirações, desejos e necessidades diferentes.

Apesar disso, muitas empresas ainda têm dificuldades de enxergá-los de forma individualizada e usam, inclusive, modelos massivos, de larga escala e que não funcionam mais para gerenciá-los, motivá-los e até mesmo remunerá-los. “Não à toa, as organizações estão com um grande problema de retenção de colaboradores e um grau de desengajamento assustador”, alerta Analiz Buiar, head de negócios da consultoria em desenvolvimento humano HÜMANS AT WORK.

Para se ter ideia, de acordo com a empresa de pesquisa Gallup, apenas 13% da mão de obra mundial está engajada em seus trabalhos. “Diante disso, as organizações precisam ter um olhar mais individual para entender as particularidades dos funcionários, caso contrário, há um alto risco de suposições não validadas se tornarem verdade e pautarem estratégias ineficazes em relação às pessoas”, afirma.

Como atender diferentes perfis de colaboradores?

De acordo com Analiz, estamos migrando de modelos mais verticais para modelos mais horizontais, nos quais a empresa ajuda o colaborador para que ele mesmo identifique o que almeja para sua carreira e o que o move.

“Assumir o que motiva cada um é o maior erro. Na verdade, a empresa tem o papel de guiar os funcionários para que eles também entendam seus objetivos e consigam seguir seu caminho com o apoio dos gestores e da organização. E como estamos hoje na era do conhecimento, a motivação impacta muito na contribuição de um time”, ressalta.

Quais são os benefícios de fazer uma abordagem individualizada?

A gestão individualizada traz benefícios para diferentes perfis de colaboradores, em várias esferas. Confira, abaixo, os principais:

  • insights para gestores criarem programas, treinamentos e benefícios corporativos assertivos;
  • Aumenta o nível de satisfação, bem-estar e motivação de colaboradores;
  • Gera eficiência nas tomadas de decisões em cada setor;
  • Impulsiona a performance de todos os funcionários;
  • Adequa o perfil do colaborador a vagas e funções;
  • Favorece o trabalho de gestores e lideranças;
  • Facilita a identificação de erros e conflitos;
  • Colabora para o trabalho entre equipes;
  • Traz melhores resultados individuais;
  • Melhora a comunicação interna.

Como fazer ações dirigidas a diferentes perfis de colaboradores?

Atender diferentes perfis de colaboradores exige das equipes de RH foco em novas atuações, como as listadas a seguir:

Aplicar questionários de pesquisa

Identificar os diversos perfis de colaboradores é o primeiro passo que deve ser dado pela empresa para criar ações que atendam cada um de maneira individual. Essa identificação deve acontecer por meio de pesquisas de satisfação e análises de desempenho.

Além disso, o feedback dado pelos gestores é uma ótima oportunidade para isso, já que nem sempre o colaborador expõe seus desejos, receios e necessidades em questionários.

Manter um canal aberto entre colaboradores e gestores

Cabe a cada gestor oferecer a oportunidade e dar o espaço necessário para que o colaborador possa fazer suas críticas e sugestões, além de expor seus problemas e elogios sobre a empresa e seu trabalho.

“Nem sempre os Recursos Humanos têm escala para chegar no nível individual que um gestor tem, nem um business partner, para apoiar o trabalho”, lembra.

Analisar dados

Com uma pesquisa sobre os perfis dos colaboradores em mão, os gestores devem transformar informações em dados concentrados e exatos. Ferramentas de gestão e softwares de RH são um grande recurso para isso.

Analiz ainda complementa que o RH deve pensar de forma bastante humanizada, mesmo a partir de dados assertivos. “O objetivo principal do RH é entender o que move os colaboradores para, depois, pensar em soluções. É preciso entender qual é o problema que se está tentando resolver.”

Ela dá exemplos de questões pertinentes a se fazer, como “Qual é o problema que estamos tentando resolver trazendo manicures para o escritório? ou “Qual é o problema que estamos tentando resolver dando desconto de cinema?”

Identificar, analisar e entender quais são os melhores caminhos para atender os diversos perfis de colaboradores é um ciclo contínuo para RH e gestores.

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação de

Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as novidades Vidalink e artigos sobre bem-estar.