Benefícios
5 benefícios de um plano de bem-estar corporativo
5 benefícios de um plano de bem-estar corporativo

Melhorar a qualidade de vida dos funcionários dentro e fora da empresa. Esse é apenas um dos benefícios da aquisição de um plano de bem-estar corporativo.

Não à toa, grandes empresas já perceberam que, mais do que bons cargos e salários, investir nas pessoas de forma mais humanizada é uma das melhores maneiras de engajar as equipes e, com isso, alcançar resultados que levam ao crescimento da organização.

O que consiste um plano de bem-estar corporativo?

Não pense que a principal peça para o crescimento da sua empresa seja o cliente. Quem tem foco em crescer e se tornar líder no segmento em que atua deve se lembrar que os colaboradores são uma parte vital para a chegada ao topo. Afinal, são eles quem dão voz à sua marca e fazem o elo entre os consumidores e o produto/serviço oferecido.

O plano de bem-estar corporativo consiste em uma série de ações, tanto individuais quanto coletivas, que visam a melhora da qualidade de vida dos colaboradores. Por exemplo, vamos supor que sua empresa tenha um número alto de funcionários com LER (Lesão por Esforço Repetitivo), o programa focará em atividades para aliviar as dores e ensinar técnicas visando a redução do problema.

O mesmo vale para campanhas de conscientização e prevenção de doenças, entre outras propostas que podem beneficiar sua equipe dentro e fora da empresa. Aqui, vale reforçar que o plano de bem-estar corporativo não é algo engessado, ou seja, ele é criado de acordo com as necessidades e características de cada organização.

Os benefícios do bem-estar corporativo

Uma coisa é certa: funcionários que estão felizes e com a saúde em dia produzem melhor. E a consequência dessa produção se transforma em resultados positivos para as empresas que investem em seu conforto.

Além de ter uma equipe mais engajada, a aquisição de um plano de bem-estar corporativo traz outros inúmeros benefícios para as empresas. Veja agora os cinco principais:

1. Redução do absenteísmo

Quando falamos em absenteísmo, não estamos nos referindo apenas às faltas por motivos de doença, mas a toda e qualquer ausência do ambiente de trabalho, incluindo até atrasos constantes.

Um dos principais motivos que levam a esse quadro é a insatisfação dos funcionários com a empresa, com seus cargos, suas atividades, sua remuneração ou até a falta de reconhecimento.

Quando existe um plano de bem-estar corporativo, o colaborador se sente valorizado e parte importante da organização. Como retribuição, ele não apenas cumpre sua carga horária, mas também exerce suas funções com maior empenho e dedicação.

2. Diminuição do presenteísmo

Ao lado do absenteísmo, temos o presenteísmo. No entanto, neste caso, o trabalhador não se ausenta da empresa, mas está presente apenas fisicamente, já que sua mente está longe de focar nas atividades que precisa exercer.

O que leva a essa condição são dinâmicas de trabalho ineficientes ou que prejudicam a saúde do colaborador, tanto física quanto mentalmente, além de estresse, depressão, ansiedade, entre outros fatores.

Quem vivencia esses sentimentos tem a produtividade drasticamente comprometida. Para casos assim, o plano de bem-estar é uma excelente saída para implantação de ações que aliviem as tensões físicas e emocionais dos colaboradores.

3. Redução do número de acidentes de trabalho

O presenteísmo também é um dos motivos que levam a acidentes de trabalho, muitos até graves. Afinal, a desatenção e problemas de fundo emocional colaboram muito para isso.

Quando os funcionários estão bem física e mentalmente, as chances de serem vítimas de acidentes, ou mesmo de causar um, é menor.

Por isso, atividades que foquem na diminuição do nível de estresse e melhora do condicionamento físico, por exemplo, é tão importante.

4. Maior retenção de talentos

Mais do que conseguir bons profissionais para compor sua equipe, mantê-los nela é um desafio e um dos pontos que podem contribuir com o crescimento da empresa.

Quando os colaboradores se sentem reconhecidos com propostas e ações que vão além de uma remuneração compatível com seu cargo e experiência, o turnover também é reduzido.

Isso contribui, também, para a boa imagem da sua marca, visto que os próprios funcionários se tornam os seus divulgadores, ajudando até a atrair novos talentos.

5. Melhora do clima organizacional

A satisfação dos funcionários é um ótimo termômetro para verificar como está o clima da empresa.

Além de reduzir a rotatividade de profissionais, os que ficam e se beneficiam das ações de um plano de bem-estar usufruem de um ambiente mais leve, colaborativo e parceiro.

Ou seja, a iniciativa não visa apenas melhorar a qualidade de vida do trabalhador a fim de que ele produza mais. Essas ações são responsáveis por contribuir para que ele tenha uma vida melhor dentro e fora do ambiente de trabalho.

 

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação de

Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as novidades Vidalink e artigos sobre bem-estar.